Em Fátima, a Santíssima Virgem transmitiu aos pastorinhos a Divina vontade do nosso Redentor, com uma celestial promessa: «Jesus quer estabelecer no mundo a  devoção ao meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação; e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o seu trono».

Alguns anos mais tarde, Nossa Senhora apareceu à Irmã Lúcia e disse-lhe: «Olha, minha filha o meu Coração cercado de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos me cravam com blasfémias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar, e diz que a todos aqueles que durante cinco meses, no primeiro sábado, se confessarem, receberem a Sagrada Comunhão, rezarem um terço e me fizerem quinze minutos de companhia, meditando nos quinze mistérios do Rosário, com o fim de Me desagravar, Eu prometo assisti-los na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas.» (Mensagem de Nossa Senhora à Irmã Lúcia, em Pontevedra)

Com o intuito de atender a este celestial pedido, os Arautos do Evangelho têm estimulado esta devoção em diversas dioceses, sendo a mais recente em Braga, na Igreja de Santa Cruz. Assim, nas tardes do primeiro sábado de cada mês, os fiéis recitam o terço, encontram momentos de meditação e participam na Santa Missa. Durante a cerimónia, também há sacerdotes dos Arautos a administrarem o sacramento da reconciliação para os que desejarem confessar-se.

Se reside na região de Braga, junte-se a nós para louvar, consolar e desagravar o Imaculado Coração de Maria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.